Cuide da saúde de toda família

Sob medida

Planos individuais e familiares

Compare

As maiores seguradoras do país para você
escolher a melhor opção

Tenha um plano para sua saúde e a de sua família

Deixe nossos especialistas encontrar a melhor opção para você!

Conheça outros seguros

E leve ainda mais proteção para você e sua família
Seguro Auto

Seguro Auto

Cotação online com as maiores seguradoras do país

Seguro Moto

Seguro Moto

Escolha uma opção que combina
com seu estilo

Seguro Residencial

Seguro Residencial

Leve proteção
para o seu lar

Seguro de Vida

Seguro de Vida

Tranquilidade para
você e sua família

Odonto

Odonto

Tenha um sorriso
saudável o ano inteiro

Equipamentos Portáteis

Equipamentos Portáteis

Seu celular e outros equipamentos protegidos

Seguro Viagem

Seguro Viagem

Para curtir as férias
de verdade

Perguntas frequentes

Há dois tipos de contrato de plano de saúde: individual ou familiar, quando o cliente contrata diretamente, e coletivo, quando o plano é contratado através de uma empresa, sindicato ou associação a qual o cliente é filiado.

Para o plano individual ou familiar, há dois reajustes: um anual, regulado pela ANS

(Agência Nacional de Saúde Suplementar), e outro por faixa etária.

Já em relação ao plano coletivo, são três: anual (não regulado pela ANS), por faixa etária e por sinistralidade, que leva em conta a frequência de uso dos serviços.

A cobertura pode ser ambulatorial (para consultas, inclusive pré-natal, exames e cirurgias sem internação); hospitalar (internação); ambulatorial mais hospitalar, com ou sem serviços de obstetrícia, ou plano referência, que abarca todos os serviços citados.

O plano pode ser abrangência regional ou nacional, de acordo com a escolha do cliente na hora da contratação.

O prazo de carência é o período, previsto em contrato, entre a assinatura do contrato e a efetiva possibilidade de uso dos serviços pelo cliente.

Os prazos de carência máximos permitidos são: 24 horas para os casos de urgência e emergência; 300 dias para partos; 180 dias para os demais casos; 24 meses para cobertura de doenças ou lesões preexistentes, aquelas que o consumidor ou seu responsável saiba ser portador quando contratou o plano de saúde.

A portabilidade de carência consiste na possibilidade de consumidor mudar de fornecedor de plano de saúde sem ter de cumprir novas carências, o que pode ocorrer apenas se o cliente possuir plano por, pelo menos, dois anos.

 

Porém, se o cliente descobriu que tem doença ou lesão depois que assinou o primeiro contrato, o prazo sobe para três anos. E se o contratante já realizou uma ou mais vezes a portabilidade de carência, terá que esperar mais um ano para exercer esse direito novamente.